Terapias Manuais

Conhecimentos fisioterápicos somados para detectar anormalidades de movimento

Neste método, o fisioterapeuta lança mão de todos os seus conhecimentos de anatomia, biomecânica, fisiologia, neurologia e ergonomia, com o intuito de avaliar globalmente a dor e a disfunção do paciente, detectando qualquer anormalidade de movimento.

Aplicada em diferentes tipos de tratamento, a terapia manual atua nos sistemas muscular, articular e neural, por meio de inúmeras técnicas de tecido mole, streching, mobilização articular, mobilização neural, facilitação muscular proprioceptiva (FMP) e exercícios para aumentar força, coordenação, endurance e flexibilidade.

A terapia manual é uma especialidade essencial da fisioterapia.

Por que fazer?

Além de aliviar quadros dolorosos, o método promove a melhora funcional do paciente.